MORAR LÁ FORA (Juvenal Dal Castel)

O Bom Mesmo é morar lá fora ( 3 vezez)
Lá tem galinha, rato, pato, sapo, mato, porco, boi, vaca, gato, ganso,
cachorro manso,
cabritinho solto no campo, canto de galo e peru.

Lá tem bezerrinho mamando do peito, passarinho de tudo que é jeito,
sabiá cantando caroira, rolinha,
tucano, saracura, umbu.

Também tem mosquito, aranha e outros bichos que podem picar.

Tem cobra, lagarto. Cuidado pra não pisar no rabo de cascavel, jararaca, urutu.
O Bom Mesmo é morar lá fora (3 vezes)

Lá tem pai, mãe, irmão, cunhada que me faz comida boa de graça e eu
vou com a gurizada pra se
divertir sem gastar nenhum tutu.

Eles faz muita questão de nossa visita principalmente quando a gente leva
presente ou empresta
dinheiro sem cobrar juro nenhum.

E quando a gente vai ficando uns dias a mais eles vão se enchendo o
saco de nois e manda nois
tudo tomar banho no açude.

O Bom Mesmo é morar lá fora (3 vezes)
A gente se espelha na água da fonte onde tem borboletas de asas
contentes e no escuro da noite
contamos estrelas ao piscar dos vagalumes .

Às vezes nós damos uma de professor de cachorro querendo educar
os caninos a deixar em paz os bichos-do-mato e parar de morder o rabo do tatu.

Lá, envergonhado, um lindo rostinho, fugindo do olhar dos meus olhos,
na missa um domingo eu conheci a moça mais linda do mundo.
O Bom Mesmo é morar lá fora (3 vezes iguais)