Lareira

Lareira lareira lareira lareira lareira lalalallareira
Meu amor, traz a chaleira pra mais perto da lareira.
O frio do dia matei na lida.
A noite fria vai ser comprida,                                      
Nós temos que se aquentar
Nesta erva não tem veneno, viciado sou de pequeno.                           
O mate já vem cevado
Para me esquentar por dentro
/:Porque por fora eu me esquento
Aqui perto da lareira:/

Meu amor traz a chaleira pra mais perto da lareira.
Traz também outra cadeira
E uma estória caborteira,
Que eu gosto de te escutar.
Mais um lenho na fogueira pra durar a noite inteira.
Antes que eu me esqueça,
Como eu tava te contando:
/:Compadre pesou o que eu disse;
E não vai mais se separar:/ (que legal!)

Lá vem vindo a piazada com a escola na garupa,
Fazendo o tema de casa,
Mexericando com as brasas,
Só pra levantar poeira.
Cuidado com a chaleira, que tem água de borbulho.
Tem um troco n’algibeira
Mas vamos indo com calma
A inflação é um fantasma
Vez em quando faz barulho.